jusbrasil.com.br
1 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Goiás TJ-GO - AGRAVO DE INSTRUMENTO: AI 013XXXX-67.2016.8.09.0000 SANTA TEREZINHA DE GOIAS

Tribunal de Justiça de Goiás
há 6 anos

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

5A CAMARA CIVEL

Partes

AGRAVANTE: BRADESCO VIDA E PREVIDENCIA S/A, AGRAVADO: CATARINA SILVA LIMA

Publicação

DJ 2069 de 15/07/2016

Julgamento

7 de Julho de 2016

Relator

DES. OLAVO JUNQUEIRA DE ANDRADE

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-GO_AI_01375886720168090000_a2252.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

AGRAVO DE INSTRUMENTO. OBRIGAÇÃO DE FAZER. LITISCONSÓRCIO. RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA. TEORIA DA APARÊNCIA. APLICAÇÃO DO CDC. INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA.(.) 1. AGRAVO DE INSTRUMENTO. OBRIGAÇÃO DE FAZER. LITISCONSÓRCIO. RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA. TEORIA DA APARÊNCIA. APLICAÇÃO DO CDC. INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA.(.) 1.

1. Conf. arts. 14 e 18 do CDC, todos aqueles que participam da introdução do produto ou serviço no mercado devem responder solidariamente por eventual defeito ou vício, imputando à cadeia de fornecedores do serviço, a responsabilidade pela garantia de qualidade e adequação.
2. In casu, é parte legítima para responder pela ação de obrigação de fazer proposta pela esposa do falecido/segurado se a Agravante/R. utiliza da logomarca, do endereço, instalações e telefones, fazendo crer, que era responsável pelo empreendimento securitário, conf. as provas dos autos demonstram que a Bradesco Vida e Previdência S/A e o Banco Bradesco S/A se confundem, fazendo parte do mesmo grupo econômico (Bradesco); entendimento decorrente da aplicação da teoria da aparência.
3. Conf. jurisprudência consolidada no julgamento de controvérsia repetitiva ( REsp 1133872/PB), é cabível a inversão do ônus da prova em favor do consumidor para determinar às instituições financeiras a exibição de extratos bancários, enquanto não estiver prescrita a eventual ação sobre eles. AGRAVO DE INSTRUMENTO CONHECIDO E DESPROVIDO.

Acórdão

VISTOS, relatados e discutidos os presentes autos de AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 137588-67.2016.8.09.0000 (201691375888). ACORDAM os integrantes da Quarta Turma Julgadora da Quinta Câmara Cível do egrégio Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, à unanimidade, em CONHECER DO RECURSO E DESPROVÊ-LO, nos termos do voto do Relator. VOTARAM, além do Relator, o Desembargador Alan S. de Sena Conceição e o Juiz Substituto em Segundo Grau, Dr. Delintro Belo de Almeida Filho, substituto do Desembargador Geraldo Gonçalves da Costa. Presidiu a sessão o Desembargador Alan S. de Sena Conceição.
Disponível em: https://tj-go.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/942214810/agravo-de-instrumento-ai-1375886720168090000-santa-terezinha-de-goias

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Goiás
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça de Goiás TJ-GO - Apelação (CPC): 004XXXX-92.2016.8.09.0051

Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal de Justiça de Pernambuco TJ-PE - Apelação: APL 005XXXX-89.2011.8.17.0001 PE

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT: 100XXXX-44.2018.8.11.0051 MT

Carlos Wilians, Advogado
Modelosano passado

Modelo | Impugnação à Contestação

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 7 meses

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1788213 SC 2016/0085108-7